busin
Ciências e Saúde

Conheças as vantagens e as propriedades das polpas de frutas congeladas



Fazer sucos a partir de polpas é uma possibilidade prática para quem não tem tempo livre no dia a diaHelene Santos
No calor constante do Ceará, a ingestão de líquidos é essencial para manter-se bem hidratado. Uma boa opção são os sucos e, para quem precisa de praticidade pela falta de tempo, as polpas facilitam bastante o dia a dia com uma simples receita: batê-las com água ou leite no liquidificador. Por isso, elas são ainda uma alternativa para a inclusão de alimentos mais naturais nas dietas e na rotina, no entanto não os substitui.
Apesar de a melhor escolha ainda ser a fruta in natura, a nutricionista Bruna Navarro aponta que há polpas que conseguem resguardar os valores nutricionais quase que integralmente. Entretanto, "para preservação dos nutrientes deve-se observar a forma de armazenamento do produto e também o prazo de validade", alerta.

CONSERVAÇÃO

Bem como acontece com os sucos feitos a partir da própria fruta, os produzidos a partir da polpa congelada perdem as fibras, já que elas estão concentradas na casca ou no interior das frutas, partes não utilizadas no processo de feitura da polpa, explica a nutricionista.
Para que os nutrientes presentes nesses líquidos sejam bem aproveitados, é fundamental ficar atento à data de validade. A conservação também é fator a ser considerado. Ao ser feito o suco, é importante servir na hora, já que, à medida em que o tempo de exposição aumenta, ocorre uma maior perda de vitaminas, especialmente a C.
Além disso, é importante que os produtos sejam mantidos em refrigerador para que as propriedades nutricionais sejam preservadas. É ainda recomendado optar pelas versões sem o acréscimo de açúcar e de conservantes, já que, geralmente, são usados adoçantes mais artificiais.
A produção de polpas em casa é uma outra boa forma de aproveitamento das frutas, indica Bruna, especialmente daquelas que estão perto de estragar. "Retira-se toda a 'carne' da fruta e liquidifica. As frutas mais aguadas você consegue fazer sem adicionar nada de água - o que é o certo -, mas outras mais secas e, dependendo do seu liquidificador, vão necessitar colocar um pouco de água", ensina a nutricionista. A recomendação para as caseiras é de que sejam consumidas em até três meses.

VERSÁTIL

Os que gostam de usar a criatividade e explorar as possibilidades dos alimentos transformam as polpas em novas texturas e versões deliciosas e saudáveis. Elas podem virar picolé ao congelar o suco, uma excelente opção de sobremesa natural para refrescar nos dias mais quentes. As crianças adoram.
A partir da polpa também é possível criar mousses, quando acrescido leite condensado, creme de leite e gelatina incolor, uma delícia de doce que pode ser servida após o almoço. Outra vantagem são as receitas produzidas com sabores mais exóticos, a exemplo do cupuaçu, fruta que não é típica do Nordeste brasileiro, mas que pode ser encontrada com facilidade por meio da iguaria congelada.
Para quem aprecia o consumo de iogurte natural, ele pode ser misturado à polpa e batidos juntos no liquidificador. Além de ganhar uma textura cremosa, é possível obter sabores diferenciados, sempre com muita praticidade.

SABOR SEGURO

Essa alternativa, além de prática e saborosa, é segura para o consumo, conforme análise realizada pelo Laboratório de Microbiologia de Alimentos da Universidade Federal Ceará (UFC). A pesquisa, encomendada pelo Diário do Nordeste, atestou a qualidade da polpa de cajá ou cajá umbu de 10 marcas.
Nas amostras, coletadas em outubro de 2019, foram examinadas as presenças de coliformes fecais e bactérias do gênero salmonella. Os resultados foram negativos para esses aspectos.
As marcas analisadas foram da Feira do Canindezinho - Bancas 1 e 2, Feira, Petruz Fruti, Nossa Fruta, Frute, Vitafrutas, Pomar da Polpa, Bessa Polpas e Frutã.

Fonte: DN

radioprogresso

0 comentários:

Postar um comentário