busin
Esportes

Prass e Sóbis chegam ao Ceará com vontade de fazer história



Prass quer marcar seu nome na história do VovôFOTOS: KID JUNIOR
As principais contratações do Ceará para 2020, enfim, foram apresentadas oficialmente. Ontem, em Porangabuçu, o goleiro Fernando Prass e o atacante Rafael Sóbis concederam suas primeiras entrevistas como jogadores alvinegros. Entre muitos assuntos, os dois jogadores, experientes e vencedores, refutaram as desconfianças pela idade, destacaram a movitação pelo projeto e garantiram: chegam ao Ceará com vontade de fazer história.
 
Nome de maior peso para o sistema ofensivo, Sóbis sabe que chegará com a missão de resolver o maior problema que o Vovô enfrentou na última temporada: a falta de gols. Para isso, uma inspiração é o amigo Iarley, ídolo do Ceará, torcedor declarado do clube e com quem Sóbis atuou no Internacional, em 2006. Os dois foram importantes na conquista da Libertadores pelo Colorado naquele ano.
"Ele é meu amigo. Desde que eu conheço o Iarley, ele fala bem do Ceará. Isso pesa. E se eu puder ser 40% ou 50% do que o Iarley foi aqui, que eu sei que ele foi muito feliz, seria uma honra pra mim", destacou o atacante de 34 anos, que marcou seis gols em 2019 pelo Inter.
Apesar do status, Sóbis refuta qualquer tratamento diferenciado. Garante que tem potencial para ajudar também fora das quatro linhas, que chega para colaborar com o grupo e que o perfil de elenco que o Ceará tem montado para 2020 dá boas perspectivas.

O atacante Rafael Sóbis não quer tratamento diferenciado no Alvinegro
"Tenho um pouco mais de experiência, já passei por algumas coisas que principalmente os mais novos não passaram. Espero, sim, de qualquer forma, dentro e fora de campo, ajudar o Ceará. A presença de grandes jogadores conta muito. Eu tenho meu estilo de trabalho e sempre quero vencer. O meu objetivo é ganhar. Eu quero que meu nome fique na história".
A principal dúvida da torcida alvinegra é sobre a posição que Sóbis atuará, mas o atacante garantiu que pode desempenhar mais de uma função, inclusive de centroavante. "No futebol moderno, os jogadores evoluíram e se tem que fazer mais de uma função. Já joguei em todas as posições, conheço bem o caminho de cada uma. Cabe ao nosso treinador. Jogaria (de centroavante) sem problema algum. Desde que a gente treine e as coisas aconteçam. O jogador tem que ser inteligente e se adaptar ao que pede o jogo".
Segurança no gol
O entusiasmo é o mesmo do goleiro Fernando Prass. Mesmo com 41 anos, o arqueiro garante que o projeto do Ceará o entusiasmou e chega ao clube com "lenha para queimar".
"Sou apaixonado pelo que eu faço. Tenho saúde, tenho disposição. Por mais que tenha vencido em outros lugares. Quero marcar meu nome aqui no Ceará", garantiu.
Uma característica que Prass pode agregar ao sistema de jogo do técnico Argel Fucks é a capacidade de atuar com os pés. "Depende do modelo de jogo do treinador, que vai entender os atletas que tem. Qualquer jogador prefere ficar com a bola que se desfazer dela. Quanto mais tiver a bola, menos o adversário tem. Dentro, óbvio, de um limite estipulado. Eu acho muito interessante essa situação".
Além disso, Prass chega também com status de possível capitão da equipe pelo perfil de liderança e o currículo vitorioso, e empenho é algo que ele garante que não faltará."Eu sou um cara que se eu aceito uma situação, um desafio, me comprometo ao extremo. Sou altamente competitivo. Teve goleiros melhores que passaram pelo Palmeiras, mas, de repente, não tiveram o mesmo comprometimento", disse Prass.

Fonte: DN

radioprogresso

0 comentários:

Postar um comentário