busin
Esportes

Ferrão muda postura e vira líder do Estadual


Barbalha e Ferroviário fizeram um jogo muito disputado no Inaldão pela 2ªFase do Estadual, com o Ferrão decidindo o jogo na etapa finalFOTO: ANTONIO RODRIGUES
Barbalha e Ferroviário entraram em campo ontem no Inaldão pela 3ª rodada da 2ª Fase do Campeonato Cearense buscando somar 3 pontos para se consolidar no G4, se reabilitando assim de insucessos anteriores.
A Raposa vinha de uma eliminação na Copa do Brasil, perdendo por 3 a 0 em casa para o Operário/PR, mudando até de treinador, enquanto o Tubarão da Barra de uma derrota no Presidente Vargas por 4 a 2 para o Atlético Cearense no último domingo pelo Estadual em jogo antecipado da 5ª rodada.
E no jogo da reabilitação, melhor para o Ferroviário. O time coral venceu por 1 a 0, gol de Diego Bispo, assumindo a liderança da 2ª Fase do Estadual com 7 pontos. Embora tenha ultrapassado a dupla Fortaleza e Ceará, o Ferroviário já fez seu 4º jogo, tendo assim, menos partidas a fazer até o fim da 2ª Fase do que a maioria de seus adversários. Por isso a liderança coral é provisória, mas importantíssima para a classificação, já que com 7 pontos, o Tubarão a deixa encaminhada.
Já a Raposa dos Verdes Canaviais, que perdeu a invencibilidade em casa no Estadual, está na 6ª colocação com 3 pontos, fora do G4.
Com equipes modificadas em relação as derrotas anteriores, Barbalha e Ferroviário fizeram um jogo equilibrado, muito disputado, mas de baixo nível técnico.
O técnico João Severo, estreante pelo Barbalha, fez 3 mudanças, com as entradas de Fabinho Cambalhota, Da Silva e Stênio Garcia, enquanto Anderson Batatais, no Ferroviário, claramente insatisfeito com a atuação coral no último domingo, fez 4 alterações na formação inicial, com Jonas, Diego Bispo, Tito e Yago entre os titulares.
Com tantas mudanças de lado a lado, o jogo demorou para engrenar, com as chances surgindo só após 10 minutos de jogo. A primeira oportunidade foi coral, aos 14, mas Wellington Rato, e depois Caíque, no rebote, pararam no goleiro Serjão. Na sequência, o Barbalha respondeu em cabeçada do artilheiro Cléber para fora. Após um equilíbrio na reta final do 1º tempo, o Ferroviário quase abriu o placar, acertando a trave com Caíque, aos 39 minutos.
2º tempo
Na etapa final, o jogo ficou mais aberto, pela necessidade de vitória. Os espaços e as chances de gol apareceram, com os goleiros se destacando com defesas importantes.
Foi quando em um escanteio aos 32 minutos, Diogo Bistestou de cabeça e marcou o gol da vitória coral: 1 a 0

Fonte: DN

radioprogresso

0 comentários:

Postar um comentário