busin
Fama

'Fui crucificada antes de ser coroada', diz Ana Beatriz Godói sobre substituir Ellen Rocche como rainha da Rosas de Ouro


Ana Beatriz Godói estreia como rainha na Rosas de Ouro — Foto: Eduardo Graboski/Divulgação
Ana Beatriz Godói, 36 anos, diz que teve de enfrentar resistência e críticas da comunidade ao desbancar Ellen Rocche como rainha da bateria da Rosas de Ouro.
Ela já tinha uma passagem pela Rosas em 2003, quando foi nomeada rainha da escola (não da bateria) pelo então presidente Eduardo Basílio.

"Eu fiquei muito assustada no começo e não contei para ninguém. Mas quando vazou a informação, fui crucificada antes de ser coroada. As pessoas esperavam que seria alguém da escola a assumir o posto. Ouvi que deviam dar oportunidade para outra pessoa, que tem gente na Rosas que sabe sambar. Eu sempre vi muita briga e disputa em escola de samba, mas eu não sou disso", relembra Ana.
A atual rainha sabia, porém, que não seria fácil substituir Ellen Rocche, que ficou 12 anos no posto. Aos poucos, ela foi conquistando a comunidade.
"Eu entendo porque tem essa polêmica. As pessoas não me conheciam. Eu estava há 16 anos longe da escola. Só que muita gente me julgou. Agora sinto que estou conquistando a comunidade. Estou lá nos ensaios 3 vezes por semana, me dedicando muito. O tempo vai mostrando quem eu sou. E eu me emociono muito com as demonstrações de carinho. Já me disseram que sou uma rainha que representa e me pediram desculpa por pré-julgamentos", conta.
Ana Beatriz Godói estreia como rainha na Rosas de Ouro — Foto: Eduardo Graboski/DivulgaçãoAna Beatriz Godói estreia como rainha na Rosas de Ouro — Foto: Eduardo Graboski/Divulgação
Ana Beatriz Godói estreia como rainha na Rosas de Ouro — Foto: Eduardo Graboski/Divulgação

Responsabilidade de rainha

Ana não é estreante no carnaval. Ela já passou pelas escolas Unidos de Vila MariaImpério de Casa VerdeBarroca Zona Sul Acadêmicos do Tucuruvi. São 16 anos de carnaval. O convite para ser rainha, aliás, surgiu quando ela já pensava em se aposentar da folia.
"Eu pretendo fazer inseminação artificial e quero engravidar de gêmeos. Eu já estava pensando em me aposentar, mas aí veio esse convite irrecusável. Agora quero ficar pelo menos mais dez anos no carnaval", diz Ana.
Ana Beatriz Godói estreia como rainha na Rosas de Ouro — Foto: Eduardo Graboski/DivulgaçãoAna Beatriz Godói estreia como rainha na Rosas de Ouro — Foto: Eduardo Graboski/Divulgação
Ana Beatriz Godói estreia como rainha na Rosas de Ouro — Foto: Eduardo Graboski/Divulgação
O peso de ser rainha, porém, é diferente. Ainda mais na Rosas, escola da Freguesia do Ó, Zona Norte de São Paulo, bairro onde Ana nasceu e se criou.
"Eu não sabia que era tão diferente ser rainha. A responsabilidade, o carinho, tem gente que fala que só vai na escola para me ver. Minha mãe está mais feliz do que eu! Ela não cabe em si, até chora quando ouve o hino. Meu pai fica 'todo-todo' porque é parado na padaria para falarem de mim. Ali no bairro todo mundo acompanha", conta.
Ana Beatriz Godói estreia como rainha na Rosas de Ouro — Foto: Eduardo Graboski/DivulgaçãoAna Beatriz Godói estreia como rainha na Rosas de Ouro — Foto: Eduardo Graboski/Divulgação
Ana Beatriz Godói estreia como rainha na Rosas de Ouro — Foto: Eduardo Graboski/Divulgação
Ana Beatriz Godói estreia como rainha na Rosas de Ouro — Foto: Eduardo Graboski/DivulgaçãoAna Beatriz Godói estreia como rainha na Rosas de Ouro — Foto: Eduardo Graboski/Divulgação
Ana Beatriz Godói estreia como rainha na Rosas de Ouro — Foto: Eduardo Graboski/Divulgação
Ana Beatriz Godói estreia como rainha na Rosas de Ouro — Foto: Eduardo Graboski/DivulgaçãoAna Beatriz Godói estreia como rainha na Rosas de Ouro — Foto: Eduardo Graboski/Divulgação
Ana Beatriz Godói estreia como rainha na Rosas de Ouro — Foto: Eduardo Graboski/Divulgação

Fonte: G1

radioprogresso

0 comentários:

Postar um comentário