busin
Brasil

INSS deve ter sistema atualizado em 15 dias com regras pós-reforma


Segundo o diretor de TI do INSS, o processo de licitação para a compra dos computadores será aberto ainda esse ano, com o processo sendo finalizado até o fim de 2020.
Para tentar solucionar o problema de filas no atendimento para a concessão de benefícios pelo Instituto Nacional do Seguro Social (INSS), o Governo Federal está trabalhando na atualização do sistema do órgão já baseado nas novas regras aplicadas pela Reforma da Previdência. O sistema do INSS deve receber a atualização em prazo de 15 dias, segundo afirmação de Flávio Ferreira, diretor de Tecnologia da Informação e Inovação da instituição. 
A previsão foi repassada pelo diretor durante visita a uma unidade do INSS no Ceará, em conjunto com servidores da Empresa de Tecnologia e Informações da Previdência (Dataprev). Além disso, ainda em 2020, o INSS deverá investir na compra de cerca de 40 mil computadores para repor equipamentos em agências de todo o País. No entanto, ainda não há uma definição para saber quantos desses terminais serão direcionados às agências no Estado.
Segundo o diretor de TI do INSS, o processo de licitação para a compra dos computadores será aberto ainda esse ano, com o processo sendo finalizado até o fim de 2020. De acordo com Flávio, essa iniciativa faz parte de um processo de modernização para agilizar atendimentos e processos de análises pelos servidores nas agências pelo Brasil. 
“Essa é uma visita para checar as estruturas das agências no Ceará e esta no bairro Edson Queiroz é uma das melhores do Estado, então também está passando por testes dos novos sistemas.
Esse movimento é para adequar às mudanças de sistema do INSS para que as agências não fiquem defasadas tecnologicamente”, disse Ferreira. 
Durante esta quinta-feira (20), os representantes de tecnologia do INSS e do Dataprev deverão visitar agência do INSS no Centro de Fortaleza. “A gente quer fazer uma mudança tecnológica para melhorar o trabalho dos servidores e para agilizar o atendimento da população”, disse Flávio.
Mudanças 
O diretor de tecnologia ainda disse que essa medida deverá auxiliar as outras iniciativas do INSS para tentar reduzir a fila de pessoas que buscam os serviços de perícia médica ou confirmação de aposentadoria, por exemplo. “A imprensa tem acompanhado os esforços do Governo para melhorar o atendimento. Será publicada uma Medida Provisória para chamamento de servidores aposentados. E ainda temos apoio dos militares”, projetou Flávio. 
Sobre a visita, servidores do INSS relataram que, inicialmente, o Governo Federal deixou de lado a ideia de transformar a agência do bairro Edson Queiroz em posto especializado para perícia médica. A confirmação foi repassada pela equipe de tecnologia. A informação sobre o plano de mudança havia sido adiantada pelo Diário do Nordeste.

fonte: DN

radioprogresso

0 comentários:

Postar um comentário