busin
Fama

Quitéria Chagas se aposenta do Carnaval e fala de cirurgia plástica: 'Resgatei minha feminilidade'


Quitéria Chagas se despede do Carnaval, depois de 20 anos de Avenida — Foto: Eliane Diotti/Divulgação
Quitéria Chagas contribuiu, para além da beleza, com carisma e samba no pé de personalidade para o Carnaval, tornando-se uma das principais referências da folia carioca. Mas ela decidiu que é chegada a hora de dar adeus a Marquês de Sapucaí e sair de cena. Aos 40 anos de idade, sendo 20 de Avenida, Quitéria encerra sua carreira apoteótica em dupla função: rainha de bateria do Império Serrano - que defenderá o enredo "Lugar de Mulher é Onde Ela Quiser", dia 21/2 - e musa da Paraíso do Tuiuti, com “O Santo e o Rei: Encantarias de Sebastião”, em 23/2.
"Foi uma decisão difícil, mas preciso me dedicar à família e a outros projetos profissionais. Também é muito complicada essa logística de vir de Milão (onde mora com o marido, o italiano Francesco Locati) para cumprir os compromissos aqui, além dos custos envolvidos."
"Mas acredito que vai ser uma emoção muito grande! Uma mistura de sentimentos, uma energia maravilhosa. Estou ansiosa para ver o povo cantando junto. Vou ficar arrepiada, com certeza. É sempre muito difícil descrever. Também vai ser uma sensação de dever cumprido. Pisar na Avenida pela ultima vez será puro êxtase", acredita Quitéria.
Quitéria se despede da Avenida em grande estilo: como rainha do Império Serrano e musa da Paraíso do Tuiuti — Foto: Eliane Diotti/DivulgaçãoQuitéria se despede da Avenida em grande estilo: como rainha do Império Serrano e musa da Paraíso do Tuiuti — Foto: Eliane Diotti/Divulgação
Quitéria se despede da Avenida em grande estilo: como rainha do Império Serrano e musa da Paraíso do Tuiuti — Foto: Eliane Diotti/Divulgação
Para fechar com chave de ouro esse ciclo de sucesso, a mãe de Elena, de 4 anos, deu uma repaginada no visual e recuperou a autoestima depois de engordar 40 quilos na gravidez. Pela primeira vez, ela se submeteu a uma cirurgia plástica, em novembro do ano passado com o Dr. Mirko Manola, na Itália, que colocou 345 ml de silicone em cada um de seus seios. Quitéria explica que, após amamentar Elena, ela perdeu a sensibilidade na região.
“Apoio a amamentação e sei da importância dela para a saúde do bebê. Minha filha desmamou naturalmente. Mas percebo que falar sobre isso ainda é tabu para algumas mulheres. Engordei 40 quilos na gestação e emagrecer provocou uma flacidez maior e enrugamento da pele, perdi a sensibilidade nos seios."
“Hoje, depois da cirurgia, voltou ao normal. Estou muito feliz e satisfeita porque resgatei minha feminilidade e voltei a ter os seios que tinha na adolescência. Autoestima é muito importante para a mulher e essa foi minha primeira cirurgia", conta Quitéria.
Quitéria Chagas conta que decidiu fazer a primeira cirurgia plástica depois de perder a sensibilidade nos seios — Foto: Eliane Diotti/DivulgaçãoQuitéria Chagas conta que decidiu fazer a primeira cirurgia plástica depois de perder a sensibilidade nos seios — Foto: Eliane Diotti/Divulgação
Quitéria Chagas conta que decidiu fazer a primeira cirurgia plástica depois de perder a sensibilidade nos seios — Foto: Eliane Diotti/Divulgação
A paixão pela dança começou aos 2 anos com o balé clássico. Aos 15, ela aprendeu a sambar com Carlinhos de Jesus e depois se especializou em diversos ritmos como jazz, sapateado, dança afro e do ventre. Em 2003, Quitéria foi convidada para desfilar como destaque do Império Serrano, e em 2006 assumiu o posto de rainha de bateria.
Com residência fixa em Milão desde 2017, ela está de passagem pelo Brasil para se dedicar à última agenda carnavalesca e aproveitou para bater um papo com o Gshow sobre maternidade, vaidade, casamento e novos planos. Arrepia, Quitéria!

Momento marcante no Sambódromo

"Foram tantas histórias que é difícil eleger uma. A primeira vez que pisei no palco do Império foi mágico, a quadra estava lotada. Quando fui apresentada e comecei a sambar, fui ovacionada pela comunidade. Naquele momento, percebi que não somos nós que escolhemos a escola, é a comunidade que nos escolhe. Foi o início desse vínculo de amor que tenho com o Império e o mundo do Carnaval."

Ganhos com o samba

"Tudo! O samba faz parte da minha vida. Ele completa minha alma, me energiza, me dá alegria. Minha história com o samba começou profissionalmente quando fiz parte do balé das vinhetas de Carnaval da Globo. A imprensa, em 2003, me anunciou como a nova Globeleza. Essa notícia me deu projeção, surgiram convites para desfilar e deixei de ser uma telespectadora que sonhava em participar do Carnaval para fazer parte dessa festa."
"Sou atriz e bailarina. Na época, havia muito preconceito com sambista que atuava. E quando falei sobre isso na mídia, Manoel Carlos (autor) me convidou para fazer parte do elenco da novela ‘Páginas da Vida’. O samba me fez realizar sonhos e quebrar barreiras."
"Só tive ganhos, nunca me fez perder nada. Quem vai perder sou eu, por ficar distante de algo que me fez feliz por tantos anos."
Quitéria Chagas diz que o samba realizou muitos de seus sonhos, como o de atuar em novela  — Foto: Eliane Diotti/DivulgaçãoQuitéria Chagas diz que o samba realizou muitos de seus sonhos, como o de atuar em novela  — Foto: Eliane Diotti/Divulgação
Quitéria Chagas diz que o samba realizou muitos de seus sonhos, como o de atuar em novela — Foto: Eliane Diotti/Divulgação

Rainha de bateria e musa

"Sou grata. Sempre sou muito bem recebida em todas as comunidades que visito. Sou sambista de corpo e alma. Ao visitar o ensaio, o presidente me intimou e anunciou o convite, foi minha primeira vez na comunidade do Tuiuti. A arte do samba, minha trajetória e a empatia que existe entre os sambistas, tudo isso nos aproxima e nos faz sentir da família. Fiquei muito surpresa e emocionada com o gesto carinhoso do presidente (Renato) Thor e de toda comunidade do Tuiuti. Parecia até que eu era de lá."

Aposentadoria

"Não vejo como voltar. Preciso estudar e validar meu diploma de psicóloga na Itália, além de me dedicar a novos projetos e, principalmente, a minha família. O cargo de rainha também precisa ser mais valorizado. Somos quase atletas do samba. O custo para todas nós é muito alto – com figurinos, sandálias, equipe, stylist, maquiador, cabelo, suplementos... Cada ensaio é um evento."
"Quem sabe não vejo essa mudança nos próximos anos, nas próximas gerações? Espero que empresas possam ver as mulheres do samba como grandes profissionais, apoiar e incentivar essa arte através de investimentos para continuarmos atuando. A mulher no Carnaval não é só um corpo, é arte e deve ser valorizada."
Quitéria Chagas chegou a pesar 90 quilos na gravidez  — Foto: Reprodução/Instagram e Eliane Diotti/DivulgaçãoQuitéria Chagas chegou a pesar 90 quilos na gravidez  — Foto: Reprodução/Instagram e Eliane Diotti/Divulgação
Quitéria Chagas chegou a pesar 90 quilos na gravidez — Foto: Reprodução/Instagram e Eliane Diotti/Divulgação

Mudanças na gravidez

"Hoje, estou com 58 quilos. Aumentei um pouco para o Carnaval, mas, com os ensaios, tendo a emagrecer. Antes de engravidar, achava que fosse ser uma grávida fitness, desfilar com barrigão. Mas a gestação é uma caixinha de surpresas. Vivi tudo de forma tão maravilhosa e intensa, me permiti entrar na aventura das transformações, sem neura, respeitando cada mudança e não lutando contra elas. No início, tentei ser fitness, mas tive que parar com os exercícios."
"Nunca senti pressão externa. Acredito que se alguém se sente pressionado é porque o interior não está bom. O autoconhecimento me faz ver os melhores caminhos para mim. As decisões são sempre minhas."

Perda da vaidade

"Perdi total. Queria me dedicar 100% a minha filha sem ajuda. A psicologia me ajudou muito a entender essa fase de dependência de mãe e bebê. Ficamos com olheiras, não dormimos... Não dá tempo para vaidade, é verdade. Mas é o momento para cuidarmos desse novo ser."
"Quando minha filha saiu da fase de dependência absoluta, após tanto vínculo e dedicação, os brinquedos passaram a ser mais interessantes e eu ganhei um tempinho livre. Pude voltar pra mim mesma, recuperar a vaidade aos poucos."
Quitéria Chagas conta as diferentes fases entre o casal antes e depois da chegada de um filho — Foto: Eliane Diotti/DivulgaçãoQuitéria Chagas conta as diferentes fases entre o casal antes e depois da chegada de um filho — Foto: Eliane Diotti/Divulgação
Quitéria Chagas conta as diferentes fases entre o casal antes e depois da chegada de um filho — Foto: Eliane Diotti/Divulgação

Resgate da sensualidade

"Sempre me amei, nunca deixei de sentir isso. Mas foram períodos diferentes. Em um momento, precisei me construir como mãe. Tive que aprender na prática. Foi um período de reclusão total, pausa do mundo externo por opção minha. Tive que me dedicar a esse novo universo que é a maternidade. Depois, foi só resgatar o meu 'eu' que estava em segundo plano."

Desejo sexual

"Tive várias fases e acho importante falar sobre isso. No início da gravidez, a libido aumentou muito. Mas quando minha filha começou a crescer dentro de mim, passou a ser estranho sentir desejo com aquele serzinho mexendo na minha barriga."
"Conversei muito com meu marido na época. Ficamos mais caseiros. Foi um momento de pausa e de autoconhecimento para o casal."
"O sexo voltou quando me reencontrei como mulher, já perto do final da amamentação. Amamentava ainda, mas precisava resgatar isso. Fui vivendo sem regras."
Quitéria Chagas fala sobre resgante da autoestima e sensualidade  — Foto: Eliane Diotti/DivulgaçãoQuitéria Chagas fala sobre resgante da autoestima e sensualidade  — Foto: Eliane Diotti/Divulgação
Quitéria Chagas fala sobre resgante da autoestima e sensualidade — Foto: Eliane Diotti/Divulgação

De bem com o espelho

"Não me preocupo com peso. Mantenho minha alimentação equilibrada porque sempre comi de forma saudável. Meus pais eram atletas. Por isso, para mim, atividade física não é sofrimento, é prazer. Quando minha filha vai para a escola, malho e depois cuido da casa. Tenho tempo para tudo."

Chegada dos 40

"Acredito que é minha melhor versão. Um período muito bom. Não tive crise, vivo cada fase da vida com intensidade. Encaro as coisas ruins como oportunidades para crescer. Sou uma mulher feliz, realizada, que viveu tudo o que sempre sonhou e que tem novos sonhos pela frente."

Amor de Carnaval

"Meus pais se conheceram em um baile, e deu tanto samba que estão juntos até hoje há mais de 40 anos. Eu também conheci meu marido na quadra do Império Serrano. Então, o Carnaval faz parte da minha história. Francesco está cuidado da nossa filha enquanto estou aqui. Sinto muita falta deles, mas é uma fase importante para mim e passará logo."

Respeitada

"Sempre andei com meus pais, isso inibia o assédio e não tinha como ter abertura. Na verdade, até me utilizava disso como escudo, não queria me desgastar. Sem eles, sempre procurava estar acompanhada de alguém da minha equipe. Mesmo exibindo minha sensualidade, a maioria dos homens me beija a mão e me elogia com respeito."

Adeus, com carinho!

"Os 'imperianos' estarão no meu coração eternamente. Tudo o que sou e construí na minha vida devo a eles. Minha história com a comunidade da serrinha e com o mundo do samba fez de mim a mulher que sou hoje. Contem sempre comigo."
Quitéria Chagas como rainha de bateria do Império Serrano  — Foto: Alexandre Durão/G1Quitéria Chagas como rainha de bateria do Império Serrano  — Foto: Alexandre Durão/G1
Quitéria Chagas como rainha de bateria do Império Serrano — Foto: Alexandre Durão/G1

Fonte: G1

radioprogresso

0 comentários:

Postar um comentário