busin
Cariri

Voos para Iguatu e Jericoacoara começam a operar


O voo entre Fortaleza e Iguatu é realizado duas vezes por semana e tem capacidade para nove passageirosFoto: Honório Barbosa
Uma das rotas da expansão aérea no Estado começou a operar ontem (18). O voo liga Fortaleza, ao município de Iguatu, na região Centro-Sul. A partir de agora, a rota está disponível regularmente duas vezes por semana, às terças-feiras e às quintas-feiras.
Segundo o site da empresa Gol, a passagem para amanhã (20), está custando R$ 370. O valor pode sofrer oscilações dependendo da demanda e da data de compra da passagem.
A nova rota marcou também a reinauguração do Aeroporto de Iguatu, construído no fim da década de 1950.A estrutura recebeu piso e banheiros novos, além de pintura.
O governador Camilo Santana, que participou da solenidade reinauguração, destacou a importância do equipamento dentro do projeto de expansão dos voos regionais, que faz parte da parceria com a empresa Gol, a qual instalou hub aéreo na Capital. "O projeto está dentro de todo um pacote, que tem incentivos fiscais, ampliação de operações internacionais de oito para 48 voos semanais", frisou. "Esses voos regionais devem funcionar permanentemente, vamos acompanhar, e tudo isso faz parte de um projeto estratégico de interiorização e conexão com o interior".
Desenvolvimento
O crescimento econômico e social do interior cearense depende de uma série de fatores que impactam diretamente na rotina das cidades e das pessoas que nelas vivem. Indústria, comércio, turismo e setor de serviço precisam estar conectados, criando uma rede de desenvolvimento. Dentro desse processo, é fundamental a facilidade de acesso e as ligações com outras regiões, principalmente com a Capital.
A partir dessa premissa o projeto de Expansão dos Voos Regionais no Ceará, uma parceria entre o Governo do Estado e a empresa Gol Linhas aéreas, foi criado. No total, abrange oito destinos: Iguatu, Aracati, Crateús, Jericoacoara, Juazeiro do Norte, São Benedito, Sobral e Tauá.
Operação
Os voos serão operados por aeronaves Grand Caravan, da empresa Two Flex, que têm capacidade para nove passageiros. A exceção fica por conta de Juazeiro do Norte onde, a partir do dia 3 de fevereiro, começou funcionar uma conexão diária com a Capital, por meio da empresa Voepass, que utiliza aeronave com capacidade para 70 passageiros.
Para o secretário de Turismo do Estado, Arialdo Pinho, o projeto representa uma nova etapa para a economia e para o turismo regionais. "Facilita a conexão com outros destinos do País e deve incrementar o setor econômico da aviação regional", pontua.
Impacto econômico
O diretor da Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL) de Iguatu, Bento de Souza, acredita na viabilidade do projeto, mas pondera sobre o custo da passagem. "Se for muito elevado pode trazer dificuldades". Ele lembra que há mais de dez anos o setor econômico local lutava pela implantação dos voos. "Vai favorecer o deslocamento de empresários e de profissionais liberais", diz.
Bento de Souza argumenta que a implantação de uma Faculdade de Medicina em Iguatu, prevista para 2021, também será favorecida. "Os professores de outras unidades de ensino terão facilidade de se deslocar para dar aula. Assim ocorre com médicos e outros profissionais liberais, além de moradores e dos empresários", reitera.
Outras rotas
Iguatu foi a segunda cidade a receber voos nessa etapa de regionalização. Também ontem (18) começou a operação aérea para Jericoacoara, no litoral Oeste, com voos diários da Two Flex.
Na próxima sexta-feira (21), será a vez das cidades de Sobral, São Benedito e Crateús receberem os primeiros voos regionais. Em seguida vem Aracati, no litoral Leste, no próximo domingo de Carnaval (23), e na próxima terça-feira (25), Tauá, na região dos Inhamuns, conclui o ciclo inaugural.
Com exceção de Juazeiro do Norte e Jericoacoara, os demais destinos terão voos regulares duas vezes por semana.

Fonte: DN

radioprogresso

0 comentários:

Postar um comentário