busin
Cariri

Após assembleia, UFCA decide por adotar 3 períodos letivos em 2021 sob ensino remoto

  

Em Assembleia Geral Universitária com professores, alunos, servidores e colaboradores da Universidade Federal do Cariri (UFCA), ocorrida na última sexta-feira (4), a instituição decidiu, por meio de votação, a adoção de três períodos letivos (semestres) para o ano de 2021, bem como a permanência das aulas remotas, após apresentação das propostas de calendário acadêmico.

Conforme a proposta vencedora, o semestre de 2020.1, assim como os outros dois, devem seguir os padrões do Período Letivo Especial (PLE) proposto durante a pandemia, devendo iniciar em 1º de fevereiro de 2021 e seguindo até janeiro de 2022.

Durante transmissão ao vivo no canal da UFCA no YouTube, foi avaliada a experiência do PLE, aprovado pelo Conselho Universitário (Consuni) no último dia 9 de julho, e adotado desde agosto, para o curso de Medicina, e setembro, para os demais cursos da instituição. Segundo o Consuni, o ensino remoto foi a alternativa encontrada pela universidade para dar continuidade ao cumprimento de carga horária dos estudantes em meio à pandemia de Covid-19, que demanda a prática do distanciamento social.

No momento, professores e estudantes avaliaram o período de aulas remotas, e houve a apresentação de duas propostas de novo calendário acadêmico para ser seguido em 2021, que também irá seguir com formato de aulas remotas durante todo o ano. A primeira delas foi a proposta do conselho de professores e da administração superior da instituição por meio Pró-reitoria de Graduação (Prograd), que definiu um calendário letivo que possui cerca de 21 dias de recesso entre os períodos, e propõe recuperar seis semestres em quatro.

Proposta 1

Semestre 2020.1 – 01/02/2021 a 10/05/2021

Semestre 2020.2 – 31/05/2021 a 06/09/2021

Semestre 2021.1 – 27/09/2021 a 08/01/2022

A segunda proposta foi idealizada pela Coordenação do curso de Engenharia Civil sob apoio do Instituto de Formação de Educadores da UFCA (IFE/UFCA), e que juntou-se com a proposta do Instituto Interdisciplinar de Sociedade, Cultura e Artes (IISCA), para definir um calendário acadêmico um pouco mais longo. De acordo com a defesa desta proposta, caso fosse adotadas, poderia recuperar até nove semestres em sete, dando maior tempo de recesso e defendendo uma melhor qualidade.

Proposta 2

Semestre 2020.1 – 01/02/2021 a 26/05/2021

Semestre 2020.2 – 21/06/2021 a 02/10/2021

Semestre 2021.1 – 25/10/2021 a 12/02/2022

Por volta das 18h10, após quatro horas de assembleia, foram abertas as votações para cada uma das propostas, num tempo de 10 minutos, através de Formulário Online no Forms, onde discentes e docentes poderiam votar desde que possuíssem e-mail institucional. Após encerrada a votação, foi dada a vitória para a Proposta 1, com 53,2% dos votos. A Proposta 2 recebeu 45% dos votos, e foram somados 1,8% de abstenções, resultantes de um total de 775 votantes em todo o processo. O novo calendário acadêmico deve ser publicado já em janeiro de 2021.

Medicina

Os três períodos letivos devem ser adotados pelos campi de Juazeiro do Norte, Crato, Icó e Brejo Santo, com exceção do campus de Barbalha que abriga a Faculdade de Medicina (Famed), devendo este contar com um calendário acadêmico diferenciado. Conforme discutido na assembleia, a Famed, ao contrário dos demais campi, não necessitou das 12 semanas de aula propostas pelo PLE, mas sim de 8.

Portanto, conforme a proposta aprovada e também a necessidade do ensino híbrido (remoto e presencial), o calendário para estes deve se encerrar em dezembro do mesmo ano.

Com informações da Universidade Federal do Cariri – UFCA

Foto: Divulgação/UFCA

Fonte: Portal Badalo

Fagner Soares

0 comentários:

Postar um comentário